Registro: Morte na praça
Matéria publicada em 09/06/2015, às 16:06:49

Ver mais de Edição Março/Abril 2015 N° 132 - O resultado é muito melhor quando fazemos por vocação

Ver outras Edições

Fernando Nunes, gerente local do IEL, ministrou a palestra
Árvores cortados, assoreamento da lagoa e mudas de árvores morrendo são alguns dos problemas mais preocupantes

Numa de nossas edições passadas publicamos ampla reportagem alertando para os danos causados às espécies vegetais urbanas pelos dispositivos de iluminação natalina. Ao circular árvores e palmeiras com a fiação das lâmpadas multicoloridas do Natal corre-se o risco de que as mesmas sejam afetadas como vem se constatando a cada ano em várias cidades brasileiras, entre elas, Anápolis. Na Praça Bom Jesus, a principal praça da cidade, temos exemplos comprovando o dano causado pela fiação elétrica: palmeiras e árvores decenárias estão morrendo por esse motivo e uma delas, inclusive, já foi retirada do local. Em tempo, fica o alerta para as autoridades do setor para que se busque uma alternativa que poupe o verde e preserve o brilho do Natal.


Palestra no ITEGO
A gerência do IEL Anápolis participou, no dia 11/03 no Instituto Tecnológico de Goiás – ITEGO, antigo CEPA, de um encontro com estudantes da unidade. O objetivo foi debater com os alunos dos cursos de logística, processos químicos e correlatos a importância da busca para a profissionalização no mercado goiano. O gerente do IEL Anápolis, Fernando Nunes, ministrou a palestra em que destacou a importância do estágio para a vida profissional. “Muitas organizações têm buscado no IEL a seleção de bons profissionais, onde ao término do estágio, acabam sendo efetivados e entram para o banco de talentos das empresas”, disse.


Ajustes no parque
OCentral Parque da Juventude Onofre Quinan, no centro de Anápolis (GO), passa por reforma sob a responsabilidade de uma empresa privada e, segundo constatamos pela reportagem, carece de alguns ajustes urgentes: cuidados com mudas de árvores recém plantadas (muitas estão morrendo), desassosreamento da lagoa, recuperação do alambrado e coibição à derrubada de árvores. A expectativa da população é por informações quanto ao prazo definido para o término das obras.

Ver mais de Edição Março/Abril 2015 N° 132 - O resultado é muito melhor quando fazemos por vocação

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000