Nossa eleição foi uma resposta do povo a quem trabalha com seriedade: Antônio Roberto Gomide
Matéria publicada em 13/11/2012, às 13:09:12

Ver mais de Edição Setembro de 2012 Nº 103 - Primavera: Estação das cores e da esperança nas futuras gerações

Ver outras Edições


Com uma campanha transparente e centrada numa das melhores administrações que Anápolis já teve, Antônio Roberto Gomide (PT) venceu, com 88, 93% dos votos válidos, a disputa eleitoral no município, obtendo a maior votação proporcional do país. O pleito foi um dos mais tranquilos da história de Anápolis. Antônio Roberto Gomide, sem entrar em detalhes sobre seu projeto político futuro, concedeu entrevista no dia seguinte ao da estrondosa vitória.

A que o senhor atribui a vitória com números tão expressivos?
O resultado é o reflexo de uma política séria e feita com comprometimento e respeito a todos os cidadãos. Conseguimos fazer, em três anos e dez meses,  o  que  outros gestores não fizeram em dois ou três mandatos. Resgatamos a autoestima dos anapolinos, investimos em infraestrutura e fomentamos o setor econômico. Desenvolvemos um trabalho que fez com que Anápolis se transformasse em uma das melhores cidades de Goiás para se viver. Consideramos essa vitória tão ou mais importante que a primeira porque, desta vez, fomos reconhecidos pelo trabalho que realizamos nesta cidade, com uma administração séria e focada em projetos e ações que beneficiam toda a população.

O segredo estaria no planejamento e que realizações o senhor destacaria?
Foram pouco mais de três anos, mas o tempo foi suficiente para mudar Anápolis e garantir a melhoria da condição de vida da população. Durante nossa gestão foram realizadas ações planejadas em todos os setores, o que tornou a cidade mais acolhedora e atrativa para os investidores. A educação infantil teve um papel de destaque em nossa administração. Quatro Centros Municipais de Educação Infantil foram construídos e já estão em pleno funcionamento: o CMEI Paulo Freire, localizado na Vila Feliz, que atende 100 crianças, com idade de zero a seis anos; o Zilda Arns, que fica no Setor Tropical, com capacidade para 180 crianças; o Jorge Amado, que beneficia 160 crianças no Parque Residencial das Flores e o Carlos Drummond de Andrade, no Residencial Reny Cury. E o nosso trabalho não irá parar. Mais unidades estão em fase final de construção, no Setor Sul e Adriana Parque, além de mais 14 CMEI’s cujos projetos foram aprovados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2) e anunciados no mês de maio pela presidente da república, Dilma Rousseff.

Houve avanços na área da saúde?
A saúde pública ganhou mais atenção e melhoria no atendimento. Dois novos postos de saúde foram entregues no Setor Sul e Jardim Guanabara, além da reforma de 45 unidades. A cidade ainda vai contar,  em breve, com o novo Hospital Municipal da Vila Esperança, a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas, que será um centro de especialidades. O Cais Mulher foi outro projeto idealizado em nossa administração: um prédio com ampla estrutura e com equipamentos modernos, construído no Bairro Maracanã, já está em pleno funcionamento. Na área da odontologia, a Secretaria Municipal de Saúde investiu no atendimento móvel e domiciliar e conquistou, em nível nacional, mais um título do prêmio Brasil Sorridente, concedido a Anápolis pelo Conselho Federal de Odontologia.

O que foi feito nas áreas de infraestrutura e meio ambiente?
Obras de infraestrutura também colaboraram com o desenvolvimento da cidade. O primeiro viaduto do Centro de Anápolis é uma delas. Localizado na confluência entre as avenidas Universitária, Contorno e Presidente Kennedy, o empreendimento trouxe mais trafegabilidade para a região. Através do programa Asfalto para Todos, mais de 80 bairros foram pavimentados, resolvendo um problema antigo enfrentado pelos cidadãos. Nas entradas e no centro da cidade, placas de sinalização direcionam motoristas e pedestres ao local desejado. Na área ambiental, foi criado um novo cartão postal – o Parque Ipiranga, valorizando uma área que foi objeto de especulação imobiliária. Dois novos investimentos como esse estão em construção, com o objetivo de embelezar a cidade e proporcionar lazer para a população: o Parque da Liberdade, no centro, mais precisamente no final da Avenida Getulino Artiaga e o Parque da Cidade, na saída sul de Anápolis, em parceria com a Valec, que estamos construindo e que será o maior parque ambiental em área urbana de Goiás, com mais de 1 milhão de metros quadrados.

“A avaliação dos trabalhos executados pela administração municipal só poderia ser favorável graças à participação e incentivo da população anapolina”

Quais são os destaques nas áreas de esportes e de formação profissional?
O incentivo ao esporte também se tornou realidade através do Programa Esporte para Todos, que atende mais de 17 mil crianças, com a prática de seis modalidades esportivas oferecidas gratuitamente. Mais de 31 núcleos, distribuídos em várias regiões da cidade, possibilitam retirar crianças de risco social das ruas. Implantamos a Bolsa Atleta, que garante aos jovens talentos do esporte, em várias modalidades, a manutenção mínima, assegurando condições para que se dediquem ao treinamento esportivo e proporcionando o desenvolvimento de sua carreira. Também é destaque o Projeto Zatopek, que capacita crianças e adolescentes da rede municipal de ensino na modalidade do atletismo. A população anapolina hoje tem oportunidade de se inserir no mercado formal. Através do programa Qualificar, mais de 17 mil pessoas já concluíram cursos profissionalizantes e se tornaram população ativa na economia do município. Um espaço destinado às capacitações foi construído no Conjunto Filostro Machado, denominado Centro de Formação Profissional. Outro incentivo neste setor parte do programa Anápolis aCredita que retirou milhares de empreendedores anapolinos da informalidade, disponibilizando linhas de crédito acessíveis.

A administração melhorou as condições de atendimento à população?
Com essa preocupação realizamos concursos públicos. Foram 1.200 servidores para a saúde, quase dois mil destinados à educação e o último, que abriu 290 vagas distribuídas em 26 funções de nível fundamental, médio/técnico e superior, para a administração centralizada. A cidade se tornou palco de grandes eventos culturais, como as duas edições do Anápolis Festival de Cinema, que premiou produções de todo o país, com a participação de grandes nomes do cinema nacional. O déficit habitacional virou assunto do passado na cidade já que foram entregues à população mais de cinco mil unidades habitacionais. Também foram repassadas 730 escrituras a moradores de áreas irregulares que agora tem a posse definitiva de seus imóveis.

Qual é o segredo de uma aprovação tão expressiva, prefeito?
A avaliação dos trabalhos executados pela administração municipal só poderia ser favorável graças à participação e incentivo da população anapolina. Esta é a resposta dada pela população aos trabalhos que contribuem com o crescimento da cidade, além de consolidar Anápolis como referência de desenvolvimento no Centro-Oeste.

Ver mais de Edição Setembro de 2012 Nº 103 - Primavera: Estação das cores e da esperança nas futuras gerações

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000