Black Cohosh: Contra os calorões da menopausa
Matéria publicada em 02/01/2012, às 14:46:44

Ver mais de Edição: Novembro 2011 Nº 93 - A Evolução da oftalmologia em Goiás

Ver outras Edições

Alívio da ansiedade entre as indicações do Black Cohosh

A terapêutica de reposição hormonal (TRH) é prescrita com várias finalidades, tais como, aliviar ou melhorar sintomas e prevenir doenças a curto, médio e longo prazo. Tem-se falado e usado muito nos dias de hoje os fitohormônios que são plantas ricas em fitoestrógenos, que podem ajudar a compensar as deficiências hormonais e, dessa forma, moderar os sintomas de sua diminuição. O Black Cohosh consiste em rizomas ou raízes secas contendo a cimicífuga. É considerado o fitoterápico padrão dos herboristas americanos devido a sua eficácia nos distúrbios da menopausa. Quimicamente é composto por cimicifugina, aciteína e ácido isofirúlico/ferúlico. Também pode conter isoflavonas, taninos, resinas, amido e açúcares.

Indicações
Ao contrário dos estrógenos sintéticos, que afetam o hormônio folículo estimulante (FSH), o hormônio Luteinizante (LH) e a liberação de Prolactina; o extrato de Cimicífuga racemosa reduz apenas os níveis de LH. Estudos de ligação de estrógeno in vitro e evidências de efeitos antiproliferativos no crescimento de células de carcinoma de mama, sugerem que o Black cohosh age na regulação hormonal. Estudos de vários extratos indicam que a fração lipofílica contém o princípio ativo hormonal.
Dentre suas ações está a de adstringência, diurética e emenagoga. Alivia calores, atrofia e ressecamento vaginal, palpitação e ansiedade. Recomenda-se 1mg a 4mg de 27-deoxiacteíne (que é a parte ativa do extrato e é expresso em termos de triterpenos) 2 vezes por dia. Essa dosagem corresponde a 40 a 160 mg do extrato de Black cohosh.

Alemanha
É aprovado pelo Ministério da Saúde da Alemanha para tratar os sintomas de deficiência de estrogênio. A literatura recomenda que a duração do tratamento não exceda 6 meses, porém a prática com períodos maiores tem demonstrado bons resultados também.

Efeitos Colaterais
Pode causar tonturas, náuseas, diarréia, dor abdominal, alteração visual, tremor e outros. Porém quando administrado de maneira correta, esses efeitos são raros. Doses tóxicas podem causar vertigem, dor de cabeça vômito e hipotensão; portanto siga sempre a prescrição médica. É contra indicado para gestantes, pois durante a gravidez, pode aumentar o risco de aborto espontâneo.

Interações
Potencializa os efeitos dos antihipertensivos (uso concomitante causa hipotensão). Potencializa o efeito do Tamoxifeno. É incompatível com contraceptivos orais e hormônios (como estrógenos conjugados) devido à ação estrogênica.

Informações complementares
Pesquisadores alemães consideram a ação do Black cohosh semelhante a do Estriol caracterizada pela fraca ação estrogênica. Sabe-se que os estrógenos estão associados ao aumento do risco de câncer de mama e do ovário, bem como câncer endometrial, porém o estriol (e, portanto Black cohosh) está associado a algum grau de proteção contra esses cânceres. É uma das vantagens do uso do Black cohosh. Sendo assim não é contra indicado em pacientes com tumores estrógenos dependentes, mas a paciente deve consultar seu médico antes do uso.

Drª Daniela Rodrigues dos Reis
Drº. Leonardo de Assis Pimenta
Drª. Marcione de Faria Bessa
Membros do Corpo Técnico da Fármacia Naturalis

Ver mais de Edição: Novembro 2011 Nº 93 - A Evolução da oftalmologia em Goiás

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000