PiriBeatles : Onde o apreço não tem preço
Matéria publicada em 08/12/2011, às 17:48:36

Ver mais de Edição 92 outubro de 2011 - Prêmio incentiva ações ambientais

Ver outras Edições

Um grupo de amigos que curtiu a adolescência na década de 60, aficionados dos Beatles, mantém a tradição de se reunir anualmente para recordar aqueles bons tempos ouvindo música de qualidade. O local é o Solar dos Brito, em Pirenópolis onde,..dia 19/11, aconteceu mais uma edição do PiriBeatles. A cobertura (texto e fotos) foi do médico Nilson Cunha Gonçalves.

Olá, galera.
Tem coisas na vida que não tem preço, eu digo, parafraseando a propaganda de supermercado. De fato.
Nosso encontro no V PIRIBEATLES foi uma dessas. Não há cifra alguma que possa quantificar o valor dos momentos vividos na companhia dos amigos da juventude. O mote os Beatles e os amigos, de novo jovens adolescentes sonhadores da década de 60, fizeram-me reencontrar minha própria juventude. Fui imensamente feliz por estar ali compartilhando momentos tão agradáveis.   
Djair e Cecília, os generosos anfitriões, sabem cultivar o valor essencial da amizade e se esmeraram, como sempre, em fazer do encontro um momento único. Aconteceram algumas ausências e lamentamos pelo que perderam. Pois há momentos na vida que são simplesmente imperdíveis.
Pode-se imaginar o que é ficar horas conversando sobre passagens agradáveis e divertidas de um tempo inesquecível, tomando um bom vinho, petiscando coisas deliciosas, alimentando o espírito e o corpo em um ágape que invejaria ao próprio Platão? Não, o tempo não volta, mas nós passeamos sobre ele e fomos jovens novamente. Vi o Djair, a Cecília, o Betão, o Étore, o Vilson, o Zé Teixeira, a Rosângela, o Dido, a Márcia, a Nininha, o Zé Dias, a Ana, a Dinah, todos eles do mesmo jeitinho que os vi nos vibrantes dias de minha juventude. Rimos e brincamos juntos. Tal como nem sonharíamos naqueles tempos de sonhos inimagináveis.
Pode-se imaginar o que é ir deitar pelo meio da noite pensando ter nosso espírito já suficientemente alimentado e acordar daí a pouco com uma serenata na janela? Abrí-la e se deparar com o céu estrelado de Piri e com amigos ali, ao alcance da mão, de nosso coração, depositando um pouco mais de alimento e renovando a certeza de que uma amizade verdadeira é para sempre?
Voltei de Piri com a bateria recarregada e pronto para enfrentar o que mais a vida me proporcionar. Não tenho palavras para expressar minha gratidão. Esse agradecimento é também o da companheira que fui colher, como se colhe uma flor no mais primoroso dos jardins - que nem ela própria talvez conseguisse hoje implantar - naquele tempo e naquele lugar vivenciado em comum por todos nós. Dinah também expressa sua profunda gratidão.

Ver mais de Edição 92 outubro de 2011 - Prêmio incentiva ações ambientais

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000