Primeiros passos de um novo arco-íris: Rainbow Warrior III, em reta final de construção, toca pela primeira vez o mar de onde partirá para jornadas de campanha em prol das causas do Greenpeace
Matéria publicada em 03/08/2011, às 20:09:06

Ver mais de Edição - Junho de 2011 - Anápolis 104 anos: Protagonistas da história de uma cidade modelo

Ver outras Edições

Mais alguns pequenos ajustes no mastro e em equipamentos internos e o novo Rainbow Warrior, o III, estará pronto para os mares e para sua nova vida de embarcação de protesto e ativismo para o Greenpeace.

Primeiro contato
O primeiro contato do navio da organização com o mar se deu dia 04/07, em um evento na cidade de Bremen, Alemanha, onde ele está sendo construído. O novo Rainbow Warrior segue a linhagem dos míticos I e II. O primeiro começou a navegar no final da década de 1970 contra testes nucleares no Pacífico.

Atentado
Após o atentado que o afundou, em 1985 na Nova Zelândia, o Rainbow Warrior I foi substituído pelo II, que hoje ainda navega pelos mares do mundo lutando contra a matança de baleias, a pesca predatória do atum, a exploração de combustíveis fósseis e uma série de outras causas. Rien Achtenberg foi um dos tripulantes da primeira viagem do Rainbow Warrior I, no arquipélago de Muroroa, Oceano Pacífico. Ele esteve presente no batismo do navio no mar e se emocionou: “Este navio carregará uma mensagem de esperança para todos nós. Que navegue em paz e traga somente boas notícias”, disse Achtenberg.

Ver mais de Edição - Junho de 2011 - Anápolis 104 anos: Protagonistas da história de uma cidade modelo

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000