Entrevista : Deputado Federal Rubens Otoni
Matéria publicada em 17/04/2011, às 11:49:18

Ver mais de Edição 84 - Fevereiro de 2011 - Elas são o futuro. Cuidemos bem delas

Ver outras Edições

O deputado Rubens Otoni, nascido em Goianésia (GO) em 06/02/1956, reeleito para o terceiro mandato, tem uma carreira política ligada à defesa de democracia e da justiça social. Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores em 1980, sendo membro da Comissão Executiva Nacional do PT como representante do estado de Goiás. Além do trabalho intenso de apoio ao movimento popular e sindical, deu sua contribuição para a organização do partido em vários estados. Em Goiás, foi diretor parlamentar da Assembleia Legislativa e exerceu dois mandatos como deputado estadual, atuando nas Comissões de Educação, Meio Ambiente e Direitos Humanos. Como presidente da Comissão de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, levou avante diversos projetos, como a consolidação do pólo farmoquímico de Anápolis, a autonomia da Universidade Estadual de Goiás e a defesa da Celg (Companhia de Eletricidade de Goiás) e do Rio Araguaia.
Rubens Otoni destaca-se no cenário nacional principalmente por sua atuação política baseada na ética, no compromisso social, na participação popular e na defesa dos direitos da cidadania. Além de advogado e professor universitário, Otoni é pós-graduado em Relações Internacionais pela UnB - Universidade de Brasília. Pioneiro na luta pela implantação de parques ambientais em Anápolis, garantiu apoios e recursos para a criação do Parque Ambiental Ipiranga, em funcionamento e, ainda, para a construção dos parques das Antas e Catingueiro. Rubens Otoni é o entrevistado desta edição especial da Planeta Água.

Mais um evento em Anápolis, mais um prêmio sendo entregue, o senhor sendo homenageado, como o senhor vê esse tipo de iniciativa?
Estou gratificado de poder viver esse momento especial da cidade de Anápolis e do nosso país, e poder viver esse momento tendo o privilégio de ser um dos 17 representantes de Goiás em Brasília; mais do que isso, poder, com esse mandato, trazer recursos, trazer investimentos, projetos e programas do Governo Federal que contribuem para o desenvolvimento de Anápolis e para o desenvolvimento do estado de Goiás.

Em seu terceiro mandato, com seu partido governando o País e o município de Anápolis poderíamos dizer que este é um momento ímpar para o senhor e para a cidade. De que forma esse bom momento deve ser aproveitado pelos anapolinos?
Eu não tenho dúvida em afirmar que Anápolis vive o melhor momento da sua história e a administração do prefeito Antônio Roberto Gomide contribuiu muito para que Anápolis recuperasse o tempo perdido, resgatasse a sua autoestima e fosse colocada no lugar que lhe é devido, seja do ponto de vista econômico, político ou social.

Em relação a esse momento diferenciado da Administração Municipal nós percebemos que houve um cuidado muito especial do prefeito Antônio Roberto Gomide e, num primeiro momento, também pelo senhor, antes do prefeito assumir, com a questão ambiental. Por que isso deputado?
É necessário que se faça política a partir de princípios e de ideais, princípios e ideais que você é desafiado a vivenciá-los independente de se exercer mandato ou não, estar à frente ou não de um governo estadual ou federal. Agora, é claro que quando você tem a oportunidade de assumir o poder executivo como o PT teve a oportunidade de assumir a prefeitura de Anápolis, muitos dos nossos desejos, dos nossos anseios e das nossas vontades puderam começar a se tornar realidade e, sem dúvida nenhuma, um desses nossos objetivos e desejos está relacionado à área ambiental. Sempre fomos defensores de primeira hora da discussão, da preservação ambiental, da valorização das ações educacionais que visam a preservação do meio ambiente e, ao chegar à frente da Prefeitura de Anápolis, muitas ações que nós já tentávamos desenvolver na condição de deputado federal, como você disse,  tiveram guarida dentro da ótica e da visão de trabalho do prefeito Antônio Roberto Gomide. Não é por acaso que são inúmeras as ações de urbanização no município com o objetivo maior de preservar nascentes e resgatar uma melhor visão ecológica da administração municipal e  tudo isso acabou se materializando e com visibilidade maior nos projetos dos parques ambientais ora em execução. Com recursos do governo federal e com recursos do próprio tesouro municipal e, principalmente, com a decisão e a vontade política do prefeito Antônio Roberto Gomide, conseguimos fazer com que vários parques fossem recuperados. A criação do Parque Ipiranga foi o ápice deste compromisso da administração municipal para com os anapolinos.

Existem novos projetos em elaboração para a área ambiental?

Sim. Essas ações não param por aí e irão muito além daquilo que em apenas dois anos de administração já foi concretizado. Nós temos projetos mais ousados e, mais que a recuperação dos parques existentes e a criação do Parque Ipiranga, vamos agora avançar para a criação e a construção, neste ano de 2011, do Parque das Antas e também do Parque do Catingueiro no final da Avenida Getulino Artiaga. O Parque das Antas já está em processo de licitação, vai depender da agilidade do processo e, se não tiver nenhum questionamento, nenhum recurso, o nosso desejo é que o início das obras se dê no primeiro semestre para o que já temos R$ 3 milhões disponibilizados. Para o Parque Catingueiro também já temos recursos do Governo Federal disponibilizados e a informação que eu tive do prefeito é que, logo após a licitação do Parque das Antas, será feita a licitação do Parque Catingueiro. Nosso desejo é que cheguemos em 2012 com os dois parques já concluídos e em funcionamento. Então, são desafios que nós temos pela frente e que vão fazer de Anápolis uma cidade ecologicamente correta, uma cidade que investe na educação das nossas crianças e dos nossos jovens e na criação de uma nova mentalidade ambiental, garantindo um ambiente agradável e saudável através dos nossos parques.

O senhor dizia no início que o momento que Anápolis está vivendo talvez seja o mais importante de toda a sua história, principalmente pelo crescimento econômico e pelo crescimento industrial, o que traz uma preocupação quanto ao crescimento desordenado. Esses investimentos, essas ações da prefeitura e do senhor como deputado, investindo em parques e na recuperação de nascentes já seria uma antevisão de uma situação futura objetivando manter o equilíbrio entre desenvolvimento e qualidade de vida?
Com certeza e nós, desde o início como eu disse a você, consideramos muito importante que você atue na política em cima de ideais e de princípios, independente do cargo que esteja exercendo. A nossa visão sempre foi uma visão de uma administração planejada, uma administração que pense a curto, médio e longo prazo preparando a cidade para novos desafios. É assim que nós temos trabalhado na atração de novas empresas, é assim que nós temos trabalhado na preparação dos equipamentos de logística para que o nosso município possa ser um município competitivo atraindo novos investimentos, mas sempre com o cuidado também de poder garantir a preservação ambiental que é a vida da cidade. Então, não apenas os parques, como também a arborização da cidade são questões pertinentes a essa nossa preocupação de podermos levar infra-estrutura aos bairros, com asfalto, mas levando também galerias de captação de águas pluviais.
Tudo isso é preocupação com o meio ambiente, é pensar no dia de amanhã e é assim que Anápolis está se desenvolvendo e nós queremos que ela se desenvolva. Nós não queremos uma cidade que se apresente como uma cidade inchada, com uma população grandiosa e, ao mesmo tempo, grandes problemas também; uma cidade grande só na quantidade não é o que queremos. Às vezes muitas pessoas me questionam preocupadas porque Anápolis não está crescendo no mesmo ritmo de Aparecida de Goiânia, dizendo que Aparecida já passou Anápolis em população e  em número de eleitores. Aí, eu digo assim: ainda bem, porque a nossa preocupação não é que Anápolis seja uma cidade com maior número de habitantes ou que Anápolis tenha o maior número de eleitores. O que nós queremos é que Anápolis seja uma cidade de melhor qualidade de vida e é nisso que estamos investindo.


Nosso desejo é que cheguemos em 2012 com os parques das Antas e Catingueiro concluídos e em funcionamento, garantindo qualidade de vida ainda maior para todos os anapolinos


Qual é a sua posição em relação aoprojeto do novo Código Florestal?
Tenho acompanhado essa discussão e o Deputado Aldo Rabelo, do PCdoB, relator dessa matéria tem feito inúmeras audiências públicas, ouvindo os mais diversos setores da sociedade envolvidos e interessados na discussão desse tema, um tema complexo  cuja votação, com toda certeza, demandará um grande acordo para buscarmos um ponto de equilíbrio onde o desenvolvimento do País não seja inviabilizado na medida que travem a execução de obras importantes mas, ao mesmo tempo, não deixemos que o desenvolvimento ou as obras que vêm com o desenvolvimento acabem prejudicando de maneira definitiva a vida das próximas gerações.

O senhor está sendo homenageado também pela Revista Planeta Água principalmente pelo trabalho que vem desenvolvendo em favor do meio ambiente, mesmo antes da atual administração municipal. Como o senhor se sente recebendo uma homenagem dessa natureza?
Olha, eu fico muito gratificado e muito orgulhoso de poder receber mais uma vez esse prêmio da Revista Planeta Água e digo, com toda sinceridade, que fico orgulhoso de recebê-lo, não por aquilo que nós estamos desenvolvendo à frente da Prefeitura de Anápolis, não por aquilo também que eu tenho tido a oportunidade de defender como deputado federal. Fico mais orgulhoso porque isso faz parte de uma referência da minha vida.Lembro-me com mais orgulho por ser um reconhecimento a tudo aquilo que eu defendi com toda ênfase e com toda convicção no trabalho de educação ambiental que eu fazia nas escolas quando não tinha mandato nem de deputado estadual e fazia aquilo na minha juventude com a convicção de alguém que pensava no futuro da nossa cidade, no futuro do nosso País e hoje eu tenho essa oportunidade maior. Naquela época, talvez eu nem sonhasse que um dia eu pudesse ser deputado federal ou que nós poderíamos estar administrando a cidade de Anápolis. Naquela época pouca gente falava em questão ambiental e em educação ambiental menos ainda e eu ia de escola em escola sugerindo e me oferecendo para dar palestras a respeito da discussão ambiental. É gratificante ver que tive a oportunidade de chegar aonde cheguei, a oportunidade de representar o estado de Goiás no Congresso Nacional e que o PT chegou ao ponto de poder governar a cidade de Anápolis e, com isso, podermos colocar em prática aqueles sonhos, princípios e ideais antigos da juventude e ter a certeza de que Anápolis está ganhando com isso.


 



Ver mais de Edição 84 - Fevereiro de 2011 - Elas são o futuro. Cuidemos bem delas

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000