Brasília ganha Memorial Darcy Ribeiro: Uma união entre Ministério da Cultura e a Fundação Darcy Ribeiro
Matéria publicada em 09/01/2011, às 15:48:30

Ver mais de Edição Novembro 2010 - Elas pedem licença

Ver outras Edições

Memorial

No dia 06/12 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da cerimônia de inauguração do Memorial Darcy Ribeiro, na Universidade de Brasília (UnB).
Equipe do MEC em visita à obra
Equipe do MEC em visita à obra
A construção resulta de convênio entre o Ministério da Cultura (MinC) e a Fundação Darcy Ribeiro, com investimento de R$ 8,5 milhões, segundo o MinC. Também esteve presente o presidente do Uruguai, José Pepe Mujica.
O espaço, distribuído em dois andares, em uma área total de 2 mil m², foi projetado pelo arquiteto e parceiro de Darcy em diversos projetos, João Filgueiras Lima, o Lelé. Os que passam em frente enxergam um misto de nave espacial e oca indígena. Ao entrar, encontram biblioteca, espelho d'água, salas de aula e climatizador natural. Há também um espaço para descanso e apresentações que, já na concepção do local, o próprio antropólogo batizou de Beijódromo.

Maquete do projeto
Maquete do projeto - Memorial Darcy Ribeiro

A biblioteca tem em seu acervo mais de 30 mil exemplares do professor e educador e de sua primeira esposa, a antropóloga Berta Gleizer Ribeiro, além de disponibilizar documentos pessoais, como cartas trocadas com Oscar Niemeyer e o filósofo francês Jean-Paul Sartre. Haverá também exposição de obras de arte brasileiras, que vão desde quadros de Portinari a artefatos indígenas.
Obra

Darcy Ribeiro é um dos cientistas sociais brasileiros de maior renome no mundo, por sua grande contribuição à defesa da causa étnica. Consagrou-se como alguém que propunha uma reflexão do Brasil a partir da amplidão de sua cultura e já enxergava que as expressões populares seriam capazes de auxiliar uma "leitura" mais completa do país. Começou sua vida profissional como antropólogo, passando à área educacional; também concretizou projetos na área ambiental e, por sua intensa produção de livros, passou a ocupar, em 1993, a cadeira de número 11 da Academia Brasileira de Letras. Nos últimos anos de vida, Darcy revelou-se um poeta. Darcy Ribeiro planejou os Centros Integrados de Educação Pública (Cieps), centros culturais e, em oito países, criou ou recriou universidades, além de deixar inúmeras obras traduzidas para diversos idiomas.
Entre as instituições criadas por Darcy estão o Museu do Índio, no Rio de Janeiro, e a Universidade de Brasília. Entre as obras que idealizou estão a Biblioteca Pública Estadual do Rio, a Casa França-Brasil, a Casa Laura Alvim, o Centro Infantil de Cultura de Ipanema e o Sambódromo, que inicialmente também funcionava como uma grande escola primária, com 200 salas de aula, além do Memorial da América Latina, edificado em São Paulo com projeto de Oscar Niemeyer.

Darcy contribuiu ainda para o tombamento de 96 quilômetros de belíssimas praias e encostas do litoral fluminense, além de mais de mil casas do Rio Antigo.



 


 


Ver mais de Edição Novembro 2010 - Elas pedem licença

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000