Onde está o tapete vermelho da sua empresa?: A importância da qualidade no atendimento e dos diferenciais oferecidos aos clientes
Matéria publicada em 04/06/2010, às 15:23:56

Ver mais de Edição Abril 2010 - Na juventude a esperança de salvação do planeta

Ver outras Edições

Dijan de Barros

Você já parou para pensar nesta questão?
A sua empresa tem ou não tem um tapete vermelho?
O que a sua empresa faz de diferente para poder atender melhor as necessidades dos seus clientes? Pois bem, meu caro leitor, se você não tem uma resposta para estas perguntas a minha sugestão é que pelo menos comece a pensar no assunto com muita urgência.
Exemplos como o da TAM são cada vez mais comuns entre as melhores empresas do Brasil e do mundo. Outro exemplo desta tendência - que já não é tão nova - são os bancos, com agências personalizadas de acordo com os seus tipos de clientes, o chamado cliente prime.

Fico impressionado de ver em todos os supermercados erros primários de atendimento e explico. Toda vez que você vai ao seu supermercado preferido você vê aqueles caixas rápidos de até 10 volumes, correto?
Esses supermercados estão no caminho errado; já vi, várias vezes, clientes tirando produtos do carrinho para poder passar no caixa rápido, quando o contrário é o que deveria ser feito.

Minha dica: criar nos supermercados os caixas prime para os clientes que comprarem acima de dois carrinhos passarem em um super caixa, com dois digitadores e dois empacotadores somente para eles! Resumo: privilegiar quem compra mais. E na sua empresa, o que você esta fazendo para tornar o seu cliente cada vez mais preferencial?
Em uma época tão competitiva você já parou para refletir sobre o que o seu cliente procura?

A resposta é simples e surpreendente. O cliente desta geração procura apenas um atendimento personalizado, aquele atendimento que fuja do trivial e deixe de ser padrão. Este mesmo cliente não quer ser apenas mais um na multidão; ele quer, isto sim, ser atendido pelo nome e sobrenome, ele quer mais atenção, mais reconhecimento. Sei que isto não é novidade, mas se torna cada vez mais raro encontrar este tipo de atendimento.

Algumas empresas ainda não acordaram para o novo momento e seus planejadores precisam entender que as necessidades estão diretamente ligadas ao gosto e às condições de cada cliente. Claro que é complicado criar um processo de atendimento personalizado sem nem mesmo saber qual é o melhor caminho.
Por isso, anote aí uma uma palavra-chave: relacionamento.

Faça seu cliente virar seu freguês! Você se lembra daquela padaria na esquina da sua casa e que você chamava o dono dela de tio e a esposa dele de tia?

Você se lembra que eles sabiam de tudo o que a sua família gostava, que eles tinham uma caderneta de anotações para os pedidos diários que o seu pai pagava somente no final do mês e que eles conheciam todos pelo nome e identificavam o que cada cliente gostava de consumir, como ele gostava de pagar e qual era o nome do seu time do coração?

Faça como eles. Enxergue o seu cliente como amigo e não como um número; sei que leva tempo, mas pode ter certeza que o resultado vai aparecer. E lembre-se: atendimento é prioridade, venda é consequência!

Ver mais de Edição Abril 2010 - Na juventude a esperança de salvação do planeta

Ver outras Edições

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.

A Revista Planeta Água é uma publicação mensal da Versátil Consultoria em Direito e Comunicação Social

Rua Benjamin Constant, 2018 - Centro / Anápolis-GO

Telefones: (62) 3311-3489 / 3706-8000